Comitê da ONU condena uso de criança fardada e com arma por Bolsonaro

Brasília, terça-feira, 5 de outubro de 2021 - 16:47

POLÍTICA

Comitê da ONU condena uso de criança fardada e com arma por Bolsonaro


Por: Da Redação, com informações de agências

Bolsonaro violou Convenção sobre o Direito das Crianças ao participar de evento com menino fardado e com arma. Para Comitê da ONU, Brasil deve investigar, processar e penalizar quem envolver crianças em hostilidades, ainda que simuladas.

Reprodução da Internet

O Comitê de Direitos das Crianças da Organização das Nações Unidas (ONU) afirmou, nesta terça-feira (5), que "desaprova, nos termos mais eloquentes, o uso que o presidente [Jair] Bolsonaro faz de crianças, vestidas em roupas militares, segurando o que parece ser uma arma, para promover sua agenda política, o que ocorreu pela última vez em 30 de setembro de 2021". Na data, em um evento para lançar a pedra fundamental de um centro de vacinas em Belo Horizonte, uma criança vestida com a farda da Polícia Militar de Minas Gerais e com uma arma de brinquedo nas mãos subiu ao palco ao lado de Bolsonaro durante uma cerimônia. Em determinado momento, o presidente tomou a arma de brinquedo das mãos do garoto e fez pose com o objeto. Depois, o menino ainda realizou flexões no palco.

Para o comitê, práticas como a do presidente devem ser proibidas e criminalizadas, e aqueles que envolvem crianças em hostilidades devem ser investigados, processados e penalizados. A manifestação do Comitê da ONU foi uma resposta escrita a uma pergunta feita por veículos de imprensa.

No texto, o Comitê afirma que a participação de crianças em hostilidades é explicitamente proibida pela Convenção dos Direitos da Criança, da qual o Brasil é signatário.

Para o líder do PCdoB, deputado Renildo Calheiros (PE), Bolsonaro envergonha o país com seus atos. “O Brasil passa vergonha internacional. É impressionante a capacidade de Jair Bolsonaro gerar fatos que mancham a imagem do país. Temos de tirá-lo antes que ele termine com a reputação do Brasil”, disse.

“Esse monstro precisa ser expulso do governo. Fora Bolsonaro já”, cobrou o deputado Orlando Silva (PCdoB-SP) ao repercutir o tema em suas redes sociais.

A deputada Alice Portugal (PCdoB-BA), ao comentar a notícia, também reiterou que Bolsonaro é uma “vergonha” para o país.

No domingo (3), 80 entidades ativistas pelos Direitos Humanos denunciaram o presidente Bolsonaro ao Comitê dos Direitos das Crianças da ONU por causa do uso do político o garoto usando a farda. Na petição, os denunciantes alegam haver violação de direitos humanos quando Bolsonaro "se utiliza de crianças para estimular a política de armamento brasileiro", como foi o caso da foto.

Dizem, ainda, haver violação do artigo 227 da Constituição Federal, o artigo 4º do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) e os artigos 3º e 16º da Convenção sobre Direitos das Crianças.
 









Últimas notícias

Notícias relacionadas

Sobre nós
Contatos

Área Restrita
Login
Liderança do PCdoB na Câmara dos Deputados
Praça dos Três Poderes, Câmara dos Deputados, anexo II, sala T-12
Brasília-DF - 70160-900 - Telefone: 55 (61) 3215-9732
ascompcdobcd@gmail.com