Lideranças do PCdoB reafirmam apoio à Manuela e cobram punição de criminosos

Brasília, sexta-feira, 4 de junho de 2021 - 13:4

POLÍTICA

Lideranças do PCdoB reafirmam apoio à Manuela e cobram punição de criminosos


Por: Priscila Lobregatte, Portal PCdoB

Manuela denunciou em suas redes sociais graves ameaças de criminosos contra sua vida e também de estupro contra sua filha de cinco anos de idade.

Divulgação/PCdoB

As ameaças sofridas pela ex-deputada do PCdoB, Manuela d’Ávila e sua filha Laura — de apenas cinco anos — vêm repercutindo pelo país e gerando uma ampla corrente de apoio a ela e sua família e de pedidos de punição aos criminosos que promovem tais ataques. Lideranças do PCdoB se manifestaram pelas redes desencadeando o movimento #ForçaManu e #Puniçãoaoscriminosos desde a última quarta-feira (2), quando Manuela anunciou o caso em suas redes sociais.

“Emociona ver a rede de afeto e solidariedade criada ao redor da nossa Manu”, disse a presidenta do PCdoB e vice-governadora Luciana Santos. “Enquanto eles atacam com ódio, floresce e se fortalece as sementes de amor que você plantou”, completou a dirigente.

O governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB) destacou: “Nos últimos dias, bandidos agrediram Manuela d’Ávila e a jornalista Daniela Lima. Esses quadrilheiros agem assim para tentar intimidar e silenciar. Não conseguirão, pois elas representam milhões de vozes”.

O líder do PCdoB na Câmara, deputado Renildo Calheiros (PE), declarou: “Toda minha solidariedade a Manuela d’Ávila e sua família, mais uma vez alvo de ataques e ameaças nas redes sociais. Olha Manu, estes que te atacam são pessoas pervertidas, de alma doente, banhadas no ódio, e enxugadas com a toalha da inveja ultrajante”.

Renildo colocou ainda: “Você Manu, é luz, feita de esperança, merece respeito, ternura e carinho. Te desejo muita força e coragem. Você vencerá mais esta luta”. E finalizou: “Só para te lembrar, Manu, ‘Ninguém atira pedras em árvore que não dá frutos’. E para homenagear o poeta Mário Quintana: Eles passarão, você passarinho!”.

O vice-líder, deputado Orlando Silva (PCdoB-SP), disse: “Minha solidariedade à amiga Manuela d’Ávila pelos ataques e ameaças inomináveis contra sua filha. Faltam palavras para classificar esses seres que viraram as costas a qualquer sentimento de humanidade. Amiga, bem sei que é difícil, mas precisamos de você. Força!”.

A deputada Alice Portugal (PCdoB-BA) colocou: “As revelações de Manuela sobre novas ameaças de mortes e ameaças de estupro à sua filha, uma criança de apenas cinco anos, são cruéis, violentas e revoltantes! Tudo isso é criminoso e o Brasil não é terra sem lei. É preciso punição de forma exemplar! Esse ódio é repudiante e inaceitável! Toda minha solidariedade!”. E acrescentou: “Força, Manu! O meu abraço, meu apoio e a minha indignação!”.

O deputado Daniel Almeida (PCdoB-BA) salientou: “Toda solidariedade a Manuela d’Ávila e sua família, que vêm sofrendo ataques odiosos e ameaças de bolsonaristas. Manu, nunca perca essa alegria e vitalidade que inspiram tantas gente a se juntar na sua luta por um país possível, democrático e igualitário. Receba meu abraço! Manuela d’Ávila”.

A deputada Jandira Feghali (PCdoB-RJ), enfatizou: “Manuela revelou que sofreu novas ameaças de morte e que ameaçaram de estupro (!) sua filha de cinco anos. Ameaças de violência sexual contra uma criança é o fim. São ataques extremamente violentos e cruéis feitos por criminosos que tentam parar Manuela. A polícia já está atuando”. Jandira também se solidarizou com a ex-deputada: “Querida Manuela D’Ávila, repito publicamente o que disse na mensagem: conte com meu apoio e amizade! Força!”.

Já a deputada Perpétua Almeida (PCdoB-AC), contou como se sentiu quando tomou conhecimento das ameaças e relatou experiência que também vivenciou: “Chorei que solucei. Lembrei quando Maíra tinha 6 anos e atendeu um telefonema e me disse: ‘Mãe vão matar meu pai, eu não quero que meu pai morra’. Arranquei o fio do telefone da parede. Nunca mais tive coragem de ter telefone fixo”.

Perpétua finalizou dizendo: “Imagino que a sua dor hoje, Manu, é infinitamente maior do que a minha naquele momento, porque mexer com filhos, é revirar todas as nossas entranhas. Sinta-se abraçada, você, Laura e Duca, da forma mais intensa e afetuosa. Te amo de montão, Manu”.









Últimas notícias

Notícias relacionadas

Sobre nós
Contatos

Área Restrita
Login
Liderança do PCdoB na Câmara dos Deputados
Praça dos Três Poderes, Câmara dos Deputados, anexo II, sala T-12
Brasília-DF - 70160-900 - Telefone: 55 (61) 3215-9732
ascompcdobcd@gmail.com