Seis comunistas figuram entre os mais influentes do Congresso

Brasília, segunda-feira, 4 de setembro de 2017 - 18:11      |      Atualizado em: 12 de setembro de 2017 - 20:45

POLÍTICA

Seis comunistas figuram entre os mais influentes do Congresso


Por: Christiane Peres

Os deputados Alice Portugal (BA), Daniel Almeida (BA), Jandira Feghali (RJ), Luciana Santos (PE), Orlando Silva (SP) e a senadora Vanessa Grazziotin (AM) compõem a lista dos “Cabeças” divulgada pelo Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar (Diap).

Richard Silva/PCdoB na Câmara

Todos os anos, o Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar (Diap) divulga a lista dos 100 políticos mais influentes, os chamados “Cabeças” do Congresso, que, segundo definição do Diap, são aqueles parlamentares que conseguem se diferenciar dos demais na condução de debates, negociações, votações, articulações e formulações, seja pelo saber, pelo senso de oportunidade, pela eficiência na leitura da realidade, e, sobretudo, pela facilidade de conceber ideias, constituir posições, elaborar propostas e projetá-las para o centro do debate, liderando sua repercussão e tomada de decisão.

Este ano, entre os mais influentes do Congresso estão seis comunistas: a líder da bancada, Alice Portugal (BA); o deputado Daniel Almeida (BA); a vice-líder da Minoria, deputada Jandira Feghali (RJ); a presidente do PCdoB, deputada Luciana Santos (PE); o deputado Orlando Silva (SP); e a senadora Vanessa Grazziotin (AM). Na lista de parlamentares em ascensão, ainda temos a presença da deputada Jô Moraes (MG).

"É mais um estímulo para continuarmos lutando por uma política que defende os interesses dos que mais precisam, de forma limpa e transparente”, comemora a líder comunista, Alice Portugal.

A pesquisa inclui apenas os parlamentares que estavam no efetivo exercício do mandato no período de avaliação, correspondente ao período de fevereiro a julho de 2017. Dos 27 partidos com representação no Congresso, apenas três (PEN, PMB e PRTB) não emplacaram representante na lista.

Os parlamentares foram classificados de acordo com suas habilidades, recebendo destaque sua característica principal. Desse modo, os comunistas tiveram destaque em três categorias: debatedor, negociador e articulador.
Na categoria “debatedores” foram listados Alice Portugal, Jandira Feghali, Orlando Silva e Vanessa Grazziotin. De acordo com o Diap, nesta classificação se destacam parlamentares ativos, atentos aos acontecimentos e, principalmente, com grande senso de oportunidade e capacidade de repercutir, seja no Plenário ou na imprensa, os fatos políticos gerados dentro ou fora do Congresso. A deputada Luciana Santos foi classificada como “articuladora”, o que significa, segundo a pesquisa, que tem “excelente trânsito nas diversas correntes políticas e cuja facilidade de interpretar o pensamento da maioria a credencia a ordenar e criar as condições para o consenso”. Já o deputado Daniel Almeida foi classificado como “negociador”, que são aqueles parlamentares “investidos de autoridade para firmar e honrar compromissos e estão respaldados para tomar decisões”. 

“O resultado desta pesquisa demonstra, mais uma vez, que a nossa bancada, embora pequena na quantidade, é gigante na combatividade, na influência e no debate de ideias. Parafraseando Castro Alves, somos pequenos, mas temos o olhar nos Andes”, avalia a deputada Luciana Santos.









Últimas notícias

Notícias relacionadas

Sobre nós
Contatos

Área Restrita
Login
Liderança do PCdoB na Câmara dos Deputados
Praça dos Três Poderes, Câmara dos Deputados, anexo II, sala T-12
Brasília-DF - 70160-900 - Telefone: 55 (61) 3215-9732
ascompcdobcd@gmail.com