Após chamar Maia de “Nhonho”, Salles diz ter tido conta hackeada e perfil no Twitter é bloqueado

Brasília, quinta-feira, 29 de outubro de 2020 - 11:14      |      Atualizado em: 3 de novembro de 2020 - 16:12

POLÍTICA

Após chamar Maia de “Nhonho”, Salles diz ter tido conta hackeada e perfil no Twitter é bloqueado


Por: Da Redação

Para deputados do PCdoB, ministro do Meio Ambiente de Bolsonaro se comporta como “moleque”.

Reprodução da Internet
Salles chama Maia de "Nhonho",a pós crítica feita pelo presidente da Câmara

O ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, protagonizou nova polêmica esta semana, após responder uma crítica feita no sábado pelo presidente da Câmara, deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ), chamando-o de “Nhonho”.

Na manhã desta quinta-feira (29), horas após a postagem comparando Maia ao personagem da série mexicana “Chaves”, Salles afirmou em sua conta no Twitter que suas redes sociais foram usadas “indevidamente”.

“Fui avisado há pouco que alguém se utilizou indevidamente da minha conta no Twitter para publicar comentário junto à conta do Pres. da Câmara dos Deputados, com quem, apesar de diferenças de opinião sempre mantive relação cordial”, afirmou o ministro na mesma rede social.

Após a nova publicação, a conta do ministro Salles foi bloqueada, um sinal de que o ministro pode ter acionado o procedimento de segurança para invasões. A conta ainda existe, mas as postagens não são mostradas.

O episódio repercutiu no meio político. Para a líder da bancada do PCdoB, deputada Perpétua Almeida (AC), Salles age como moleque. “Ricardo Salles se comporta igual moleque! Meio ambiente virou fumaça, economia derretendo, Brasil no mapa da fome, desemprego castiga 14 milhões de brasileiros, temos mais de 150 mil mortos por Covid, e olha o que ele faz no Twitter... Minha solidariedade ao presidente Rodrigo Maia”, postou a parlamentar.

O mesmo tom usou o vice-líder da legenda, deputado Márcio Jerry (MA). “Bem coerente o Ricardo Sales, afinal para um presidente da República amolecado um ministro amolecado”, disse.

Já o deputado Orlando Silva (PCdoB-SP) afirmou que a suposta invasão da conta de Salles foi uma desculpa, após início de uma nova crise no governo. “Conta outra! Ricardo Salles fez a lambança e agora, vendo a porca torcer o rabo, diz que teve a conta do Twitter invadida. Tipo os hackers da Vaza-Jato. Como diria o policial corrupto de Casablaca: "prendam os suspeitos de sempre". Amazônia e Pantanal consumidos em chamas. Acordo Mercosul-UE enterrado, fundos internacionais ameaçam tirar bilhões do Brasil, países não comprarão mais nossos produtos por causa da destruição ambiental. O que faz o ministro? Xinga Maia pelo Twitter. Já deu, né, gente?”, afirmou.









Últimas notícias

Notícias relacionadas

Sobre nós
Contatos

Área Restrita
Login
Liderança do PCdoB na Câmara dos Deputados
Praça dos Três Poderes, Câmara dos Deputados, anexo II, sala T-12
Brasília-DF - 70160-900 - Telefone: 55 (61) 3215-9732
ascompcdobcd@gmail.com