Plenário aprova prorrogação de mudanças no calendário escolar

Brasília, quarta-feira, 1 de setembro de 2021 - 20:1

EDUCAÇÃO

Plenário aprova prorrogação de mudanças no calendário escolar


Por: Walter Félix

Com relatório favorável da deputada Alice Portugal, projeto garante segurança jurídica para que cada escola organize seu calendário durante a pandemia.

Cleia Viana/Câmara dos Deputados

A Câmara aprovou nesta quarta-feira (1°) o Projeto de Lei 486/21, que desvincula a vigência de normas excepcionais sobre o ensino, na pandemia de Covid-19, do decreto de calamidade pública que perdeu a vigência no fim de 2020.

O projeto, da deputada Professora Dorinha Seabra Rezende (DEM-TO), será votado ainda pelo Senado.

A deputada Alice Portugal (PCdoB-BA), relatora pela Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), recomendou a aprovação da medida, na forma do substitutivo aprovado em maio pela Comissão de Educação da Câmara.

De acordo com a relatora, a aprovação da matéria "é oportuna na medida em que suprime qualquer dúvida em relação à possibilidade de continuidade de aplicação das medidas educacionais constantes da lei, que não têm impacto orçamentário". "A mudança promovida pelo projeto contribuirá para afastar interpretações equivocadas quanto à produção dos efeitos da Lei nº 14.040/20", disse.

O decreto que reconheceu a calamidade produziu efeitos no âmbito orçamentário e orientou outras leis relacionadas às consequências das medidas de combate à disseminação do novo coronavírus. Assim, com a aprovação da proposta, as escolas ficam autorizadas a continuar aplicando as medidas excepcionais da Lei 14.040 até o encerramento do ano letivo de 2021.

Entre essas medidas estão a suspensão da obrigatoriedade de escolas e universidades cumprirem a quantidade mínima de dias letivos, a aglutinação de duas séries ou anos escolares, a permissão para o ensino remoto e a antecipação da conclusão de cursos de medicina ou cursos técnicos relacionados ao combate à Covid-19 se cumpridos 75% da carga horária.

Segundo a Professora Dorinha, o projeto foi apresentado "a pedido dos secretários estaduais e municipais de Educação" e busca dar segurança para que cada escola possa organizar o seu calendário em razão da pandemia.

Para o líder do PCdoB na Câmara, deputado Renildo Calheiros (PE), as escolas que precisem, que julguem necessário flexibilizar o seu calendário e o seu funcionamento, poderão fazer a readequação do seu cronograma observando as necessidades específicas do local em que funciona.

"É, portanto, um projeto que vem em favor, em prol da educação brasileira", afirmou.









Últimas notícias

Notícias relacionadas

Sobre nós
Contatos

Área Restrita
Login
Liderança do PCdoB na Câmara dos Deputados
Praça dos Três Poderes, Câmara dos Deputados, anexo II, sala T-12
Brasília-DF - 70160-900 - Telefone: 55 (61) 3215-9732
ascompcdobcd@gmail.com